Icono información

Aviso de cookies

Usamos cookies propias para mejorar nuestros servicios mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continúa navegando en esta página, consideramos que acepta su uso en los términos indicados en la Política de Cookies. Más información.

Acción SAN (Madrid) 3.76 | 0.0% | 18:01

Santander adquire 50% do capital da Super e entra no segmento de cartões pré-pagos (Disponible solo en portugués)

  • Operação reforça atuação do Santander na área de meios de pagamentos e insere o Banco em mercado com grande potencial

São Paulo, 13 de janeiro de 2014 – O grupo Santander Brasil fechou a compra de 50% da Super, plataforma digital que oferece conta de pagamento eletrônica, cartão pré-pago e acesso a serviços financeiros simplificados. A operação insere o Santander em um mercado com grande potencial.
 
“O modelo de negócios da Super é estratégico, pois proporciona a uma parcela importante da população o primeiro contato com serviços financeiros”, afirma Conrado Engel, vice-presidente executivo sênior de Varejo do Santander. “Além de contribuir para a bancarização, essa parceria complementa nossa oferta e se soma a outros movimentos importantes que fizemos no setor de meios de pagamento, como a aquisição da GetNet, na área de adquirência, e a joint venture com a sueca iZettle, para transações móveis.”
 
Na prática, o cartão pré-pago é um instrumento que facilita o relacionamento entre a população bancarizada e aquela ainda sem acesso ao sistema bancário, por meio da transferência de recursos. As contas de pagamento, como a ContaSuper, podem ser utilizadas pelo correntista do banco, por exemplo, para remunerar funcionários, depositar crédito no cartão pré-pago para as compras do mês, pagar a mesada dos filhos ou mesmo carregar com moeda estrangeira para as viagens ao exterior.
 
Do outro lado, quem ainda não é bancarizado e abre uma conta de pagamento passa a ter acesso a uma série de comodidades. Pode utilizar o cartão pré-pago para receber depósitos, realizar transferências, pagar contas e fazer compras em lojas físicas e online. O modelo de atendimento é totalmente baseado no uso de canais remotos – SMS, Call Center, Internet e Mobile.
 
“Nossa operação ganha uma nova escala a partir da associação com o Santander, além de nos trazer novas possibilidades de negócios”, afirma o presidente da Super, Marcio Salomão. “É o que precisamos para aumentar nossa atuação e ganhar mais espaço em um mercado extremamente promissor.”

Descargar PDF 179 Kb (Disponible solo en portugues)

Compartir en redes sociales

Subir

Imprimir