Icono información

Aviso de cookies

Usamos cookies propias para mejorar nuestros servicios mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continúa navegando en esta página, consideramos que acepta su uso en los términos indicados en la Política de Cookies. Más información.

Acción SAN (Madrid) Negativo 4.093 | -1.59% | 17:35

Programas Top China, Espanha, Luso e Ibero-Americanas da Santander Universidades Brasil vão beneficiar 1.500 universitários em 2015 (Disponible solo en brasileño)

Brasil, 7 maio de 2015-. O Banco Santander, por meio do Santander Universidades Brasil, destinará 1.500 bolsas de estudo para jovens universitários participarem de intercâmbios acadêmicos nos 20 países onde estão presentes.

Um dos pilares estratégicos do Santander Universidades é Mobilidade, que permite o intercâmbio acadêmico promovido por meio de programas internacionais. Dentre eles: o Top Espanha, que ofertará 180 bolsas de estudo para cursos de idioma e cultura espanhola na Universidade de Salamanca; o Programa de Bolsas Ibero-Americanas, que oferecerá 1.000 bolsas de estudos equivalentes a 3.000 euros para alunos de graduação de 136 universidades brasileiras; e o Programa de Bolsas Luso-Brasileiras, que contemplará 165 universitários de instituições públicas, com bolsas equivalentes a 3,3 mil euros cada. Todos com inscrições abertas.

Por meio do Top Espanha, que é um dos mais procurados pelos estudantes brasileiros, alunos de graduação e professores têm a oportunidade de mergulhar na cultura espanhola por três semanas, em uma das mais antigas e tradicionais universidades da Europa.

Lausson José Magalhães Carvalho, do curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Roraima, foi um dos contemplados do ano passado e destaca a possibilidade de ter conhecido, vivenciado e estudado um novo idioma como a principal vantagem do intercâmbio. “Para um futuro contador, é de suma importância que eu fale mais de uma língua para realizar operações financeiras com outros países. Além disso, pude conhecer pessoas de vários lugares do Brasil e do mundo. Fiz novos amigos que estarão comigo pelo resto da vida”, ressaltou.

Rodrigo César Castro Lima, estudante de Jornalismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, viveu uma experiência que qualquer jovem sonha em viver: por três semanas, respirou a história e cultura da China. Para ele, ter conhecido professores de diversas áreas só lhe trouxe benefícios. “Tivemos a possibilidade de entender outras áreas de atuação, uma vez que éramos um grupo de interesses muito diverso, desde Engenharia até Letras. Acho que essa oportunidade oferecida pelo Santander nos propiciou uma enorme capacidade de absorção e futuro desenvolvimento em temas que envolvem interdisciplinaridade”, reconhece.

Santander Universidades
O Santander Universidades já investiu mais de 3,1 bilhões de reais em todo o mundo e concedió em 2014 más de 28.000 bolsas de estudos nos países nos quais está presente, com quase 1.200 universidades conveniadas de todo e mundo.

No Brasil desde 2001, foram concedidas mais de 57 mil bolsas de intercâmbio (nacionais, internacional e de educação à distância), foram entregues 46 Espaços Digitais e já se soma 456 instituições de ensino superior conveniadas no País. Até 2018, o Santander prevê mais 2,1 bilhões de reais de investimento em todo o mundo.

Desde 1996, o Santander Universidades já investiu mais de 3,1 bilhões de reais em todo o mundo e concede a cada ano mais de 22.400 bolsas de estudos nos 20 países nos quais está presente, com quase 1.200 universidades conveniadas. Mais informação: www.santander.com/universidades e www.santanderuniversidades.com.br

Descargar PDF 214 Kb (Disponible solo en brasileño)

Bolsas de estudo brasileiras

Rodrigo César Castro, da Universidade Presbiteriana Mackenzie, passou 3 semanas na China com bolsa de estudo TOP China.

Compartir en redes sociales

Subir

Imprimir