Icono información

Aviso de cookies

Usamos cookies próprias para melhorar os nossos serviços, mediante a análise dos seus hábitos de navegação. Se continua a navegar nesta página, consideramos que aceita o seu uso nos termos indicados na Política de Cookies. Mais Informação.

Acção SAN (Madrid) Negativo_PT 4.003 | -1.03% | 17:35

Está na:

01/04/2019

Santander junta-se à Taskforce Financeira contra o Comércio Internacional de Espécies Selvagens

Madrid, 01 April 2019 – SANTANDER NEWS
Estima-se que os lucros obtidos pelos comerciantes ilegais de espécies selvagens se situam entre os 7 e 23 mil milhões de dólares. O principal objetivo destes comerciantes é ganhar dinheiro e a Taskforce Financeira contra o Comércio Ilegal de Espécies Selvagens, patrocinada pelo Príncipe William, Duque de Cambridge, visa acionar mecanismos de forma a dificultar o comércio ilegal.

O comércio ilegal de espécies selvagens diz respeito à caça e comércio ilegal de animais vivos ou plantas ou partes e produtos deles derivados para venda no mercado internacional - considerado um dos crimes mais lucrativos a nível mundial. Os fundos associados têm de ser branqueados de forma a encobrir a sua precedência ilegal e o contrabando de animais e de produtos ilegais está igualmente estreitamente ligado a outros crimes como corrupção ou utilização de documentos e identidades falsas.

O Santander juntou-se à Taskforce Financeira contra o Comércio Internacional de Espécies Selvagens como parte do compromisso do Grupo de prevenção e dissuasão do tráfico e da corrupção relacionada com espécies selvagens. Vários alertas vermelhos sobre o IWT foram partilhados com as equipas de PBC locais e em breve será realizada uma formação de sensibilização mais abrangente.

A nossa Política de Sustentabilidade proíbe qualquer tipo de operação ou financiamento de atividades relacionadas com espécies que constam da Convenção sobre o comércio internacional das espécies da fauna e da flora selvagens ameaçadas de extinção (CITES). O Santander apoia igualmente a iniciativa do Grupo Wolfsberg com vista a definir mecanismos para, de uma forma eficaz, dissuadir e prevenir transações financeiras resultantes do comércio ilegal de espécies selvagens.

International Wildlife Trade Financial Taskforce
Descarregar PDF 415 Kb
 

Partilhar nas redes sociais: